SUPERAÇÃO, SONHOS REALIZADOS E MUITO TRABALHO: CONHEÇA A HISTÓRIA DA DONA JURA

Dona Jura, buscando seu galão e lenha pela manhã para usar em seu trabalho.

São 6h00 e Dona Jura, 68 anos, já está acordada fazendo seu café da manhã e se preparando para ir à praia da Boa Viagem, que fica a cerca de 1 km do Morro do Palácio, onde mora com sua família. Passos rápidos e olhares atentos às movimentações das ruas, ao longo do seu trajeto recolhe pedaços de madeiras para usar como lenha e como de costume é uma das primeiras a chegar na praia onde trabalha como marisqueira há 44 anos. A manhã está apenas começando.

Em busca de melhores condições de vida há 50 anos, Iraci Candido da Conceição, saiu de Rio Bonito onde morava com destino a Niterói para começar uma nova história. Foi trabalhando em uma pensão que pode recomeçar, mas infelizmente não teve seus direitos assegurados, anos depois conseguiu se aposentar por conta da idade. Atualmente, mesmo aposentada não parou de exercer sua profissão, pois ajuda a garantir uma renda a mais para sua família. É com o saco da sua mercadoria na cabeça que leva seus mexilhões para vender no mercado do peixe enquanto conquista seus sonhos.

Enquanto ela olha para suas mãos lembra que a pouco tempo descobriu que perdeu suas digitais por conta do movimento de tirar o sururu da casca, resultado de condições inadequadas e exacerbadas jornadas de trabalho. Durante a pandemia, existiu muitas preocupações, mas nos últimos dias se somaram ao medo de não poder trabalhar na localidade por conta de uma maior valorização turística do lugar.

“Viver é uma coisa muito boa, mesmo quando falta alguma coisa é com o dinheiro do marisco que compro uma carne, feijão, arroz e tenho que agradecer o trabalho que fiz durante o dia, sou muito grata ao mar”

Dona Jura

Foi assim que Iraci, definiu a experiência de viver trabalhando na praia de Boa Viagem. O sol já está se pondo e o dia de trabalho terminando, logo retornará para sua casa e as dificuldades que a acompanha parecem pequenas perto da sua coragem de superá-las dia após dia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.